CONSTRUÇÃO

Para termos uma piscina em casa basta, apenas, termos o local certo para ela, tudo o resto é gosto pessoal, orçamento e vontade de desfrutar com os amigos e família.


Existem vários tipos de construção de piscinas, todas elas válidas, mas com características, aspecto e vida útil distintas. Se queremos um revestimento com uma determinada cor ou textura, dificilmente se consegue numa piscina de fibra de vidro ou em Liner/Tela Armada. Se queremos uma piscina com uma determinada forma livre, dificilmente se consegue através de uma piscina de painel... são apenas exemplos das limitações que podem existir.

Por estas razões é que se deve aconselhar connosco e nós apresentamos a melhor solução para si.

Pode-se definir os tipo de piscina e técnica de construção como:

Piscina de betão

Pode-se considerar este tipo de construção como a menos limitativa de todas, a mais complexa e aquela em que pode ser construída com qualquer forma e com qualquer tipo de revestimento, não existem limites com as piscinas de Betão.

Vantagens

-Total versatilidade, alta resistência para uma durabilidade extrema

-Pode-se usar revestimentos de pastilha de vidro ou mosaico (grés) que confere um aspecto de modernidade e vanguarda.

-Aquela que apresenta a vida útil maior (cerca de 30 a 40 anos)

Desvantagens

-Vulnerável a pequenas fissuras e consequente perda de água

-Construção complexa e exige grande confiança no construtor

-Demora a construir cerca de 4 semanas 

Piscina em alvenaria

As piscinas em alvenaria, podem ser consideradas, hoje em dia, as mais utilizadas, porque têm uma relação preço/qualidade muito justa e adequada, sem riscos e com uma grande variedade de escolha para o revestimento que normalmente é em tela armada de PVC. Este tipo de piscinas em alvenaria podem ser construídas em pilares pouco espaçados e bloco tradicional, como como ser construída com pilares e bloco de cofragem e cheio de betão, que confere uma alta resistência e durabilidade.

Vantagens

-A piscina pode ser de transbordo, canal ou skimmer

-A aplicação da tela armada, confere uma "pele" á sua piscina que previne as perdas de água por fissuras na estrutura.

-Rápida construção, cerca de 1 semana.

-Uma vida útil entre 20 e 25 anos

Desvantagens

-Pouca versatilidade na escolha da forma da piscina e revestimento

-Exige uma maior manutenção e cuidado com os produtos químicos

Piscina em aço inox

As piscinas de aço inox são um verdadeiro paraíso de glamour, luxo e bem-estar. Estas piscinas são extremamente exclusivas com um aspecto deslumbrante e alta durabilidade. Utilizadas muitas vezes como SPAS e centros de wellness.

Vantagens

-Aspecto sempre moderno e de alta qualidade graças ao aço inox AISI 316L com baixo teor de carbono e espessura de 2,5mm

-Protecção total contra corrosões

-Muito leve no transporte e instalação

-Baixa manutenção e vida útil quase ilimitada.

Desvantagens

-Medidas e formas limitadas e pré-fabricadas

-Custo de instalação


Piscina de painel

As piscinas em painel, seja ele em chapa galvanizada, em resina ou em PVC/PE. Estes painéis servem de estrutura para a piscina e têm que ser colocados sobre uma base solida de betão.

Vantagens

-Painéis com tratamento anti-corrosão e de espessura entre 2,0 e 2,5mm. Rapidez de instalação de cerca de 8 dias

-Boa resistência mecânica, existem painéis para piscinas de formas livres e para formas rectangulares

-Vida útil entre os 15 e 20 anos

Desvantagens

-Limitado a revestimentos de liner

-Vulnerável a problemas de corrosão

Piscina de fibra de vidro

Estamos perante um sistema de piscinas pré-fabricado e desta forma um dos sistemas mais rápidos a ser instalado. Com as piscinas em fibra de vidro podemos escolher o tamanho e a forma desejada, sendo que existe alguma limitação nestas configurações.

Vantagens

-A própria piscina é o revestimento e garante a estanquecidade

-Rápida instalação, cerca de 5 dias

-Vida útil de cerca de 15 anos

Desvantagens

-É necessário haver espaço no local para o manuseamento

-Exige uma maior manutenção e cuidado com os produtos químicos

-Exige alguma construção civil para a correcta instalação

Piscina de Madeira (by Sithon)

Esta solução é 100% adaptável á sua casa, desde colocação em terraços, como em Jardins ou coberturas, A construção é feita em madeira pinho autoclave de classe 4 ou em pinho nórdico de alta durabilidade. Estas piscinas já estão equipadas com todos os equipamentos tal como uma piscina convencional, como sistema de filtração, escadas de acesso á piscina de inox ou madeira, luzes de LED, Electrolise de sal e regulador de ph e muitos outros extras possíveis de colocar, como chuveiros, passadiços em Deck ou outro tipo de equipamentos. É uma excelente solução para quem quer uma piscina PREMIUM a um baixo custo .

Vantagens

-Piscina de alta qualidade e adaptada a qualquer sitio da casa ou jardim.

-Rápida instalação, em qualquer local da casa, instalação em 3 dias.

-Vida útil de cerca de 15 anos e sendo desmontável é versátil.

Desvantagens

-Exige uma maior manutenção e cuidado com os produtos químicos e tratamento das madeiras do exterior.

-Não permite construir piscinas redondas.

Piscina pintada ou fibrada (gel coat)

Técnica utilizada em piscinas com alguns anos ou de construção simples de baixo orçamento. Este tipo de revestimento permite uma total adaptação das dimensões e formas da piscina, uma vez que o acabamento é feito sobre piscinas construídas em betão ou alvenaria.

Vantagens

-Tempo de instalação/construção de cerca de 1 dia

-A fibra de vidro garante a estanquecidade e é versátil para acompanhar todas as curvas e ângulos da piscina

-A protecção do Gel Coat dá o acabamento final e protecção total

Desvantagens

-Aspecto pouco nobre e degrada-se com os produtos químicos

-Processo de aplicação da fibra e Gel Coat é sujo e com muito odor

-Vulneráveis a contaminações por fungos e por fissuração

Piscina de Superficie

Aqui inclui-se todas as piscinas construídas á superfície, independentemente da técnica utilizada, tipo de construção ou revestimento, pois é muito aligeirada que pode ser especialmente útil para ser construída em terraços, lajes ou em locais de difícil acesso uma vez que apenas necessitamos do alcance de um camião grua, como pior das hipóteses. Pode-se considerar nesta categoria as piscinas de madeira, painel de chapa, desmontáveis de plástico, tubulares, compósito,  ESTIREPUR Mallor ou os magnificos SPA & SWIMSPA que tão confortáveis e relaxantes são.

Vantagens

-Instalação/construção feita em poucas horas ou dias

-Variedade dos modelos existentes

-Custo baixo de aquisição e manutenção

-Alguns modelos são realmente nobres e com excelente aspecto

Desvantagens

-Vida útil de 2 anos até 10 anos, conforme o modelo.

-Vulnerabilidade na manutenção e utilização de produtos químicos nas piscinas que têm liner´s e lonas

Sistema da Piscina

As piscinas podem ser construídas de diferentes formas e com diferentes revestimentos, mas existem também outras características diferenciadoras da piscina que faz com que seja única, essencialmente o sistema de circulação de água, que pode parecer algo técnico mas na verdade altera completamente o aspecto da piscina.

Piscina de transbordo (infinita)

Este tipo de piscina, quando instalada num ponto alto e com uma vista sobre o mar, rio ou montanha, permite ao utilizador da piscina ter uma visão magnifica entre a linha de água e a vista panorâmica de fundo.

Piscina de caleira finlandesa

Além de ser obrigatório em piscinas publicas, a verdade é que ter o nível de água á mesma cota que o pavimento ao redor da piscina, faz com que a sua utilização seja mais cómoda e pratica.

Piscina de Skimmers

Sistema tradicional, mais utilizado mas que hoje em dia evoluiu para que a distancia entre a linha de água e a bordadura possa ser mínima, graças aos novos skimmers extra finos e que podem ser de várias cores.

Revestimento

Pastilha de Vidro

Revestimento nobre diversas cores, texturas, formatos e dimensões, é vital a utilização de massas de fixação e rejuntamento de excelente qualidade e camadas de hidrófugo

Mosaico (GRÉS)

Revestimento para piscinas especiais, diversas cores, configurações como curvas, cantos, degraus e bordaduras que podem conjugar com o envolvente.

Tela Armada

Material com uma resistência impar, desde cores lisas, a texturas a imitar a pastilha ou grés com acabamento perfeito debaixo de água, garantindo 100% a estanquecidade

Liner

Material flexível, que dá à piscina a estanquecidade necessária através de diferentes cores.

Fibrada (gel coat)

Revestimento para quem gosta das piscinas azuis, adaptável a qualquer forma com resinas muito resistentes

Pintada

Forma rápida de conservar a estrutura existente e a aparência nova e rejuvenescida.

Tipos de Escadas

Escada romana

Escada classica, a mais conhecida

Escada de esquina

Melhor solução para piscinas pequenas

Escada livre

Pode-se adaptar qualquer tipo de escada

Acessórios diversos

Paredes/Janelas de Vidro

Ilhas e efeito decorativos

Cascatas embutidas

SPAS

Contra-corrente (natação)

Piscinas de Interior (climatizadas)

Importante!! Não se pode esquecer desta informação...

Legislação em Vigor

O Moço das piscinas, dispõe de todo o conhecimento e know-how para aconselhamento técnico nestes processos. Através de um engenheiro civil especializado dispomos do serviço de licenciamento para construção da sua piscina, auditoria e consultoria do cumprimento de toda a legislação em vigor em Portugal, como as boas praticas utilizadas na Europa e directivas europeias


O licenciamento de construção de piscina é obrigatório e está previsto na lei.

Consulte a informação legal:
-O Regime Jurídico da Urbanização e da Edificação (REJU) - Decreto-Lei n.º 555/99, de 16/12, com as alterações no artigo 4.º:

Artigo 4º - Licença, comunicação prévia e autorização de utilização

4 - Estão sujeitas a comunicação prévia as seguintes operações urbanísticas:
a) As obras de reconstrução das quais não resulte um aumento da altura da fachada ou do número de pisos;
b) As obras de urbanização e os trabalhos de remodelação de terrenos em área abrangida por operação de loteamento;
c) As obras de construção, de alteração ou de ampliação em área abrangida por operação de loteamento ou plano de pormenor;
d) As obras de construção, de alteração ou de ampliação em zona urbana consolidada que respeitem os planos municipais ou intermunicipais e das quais não resulte edificação com cércea superior à altura mais frequente das fachadas da frente edificada do lado do arruamento onde se integra a nova edificação, no troço de rua compreendido entre as duas transversais mais próximas, para um e para outro lado;
e) A edificação de piscinas associadas a edificação principal;

5 - Está sujeita a autorização a utilização dos edifícios ou suas frações, bem como as alterações da utilização dos mesmos.
6 - Nas operações urbanísticas sujeitas a comunicação prévia pode o interessado, no requerimento inicial, optar pelo regime de licenciamento."


-O Regime Jurídico da Urbanização e da Edificação (REJU) - Decreto-Lei n.º 60/07, com as alterações no artigo 6.º:

Artigo 6.º - Isenção de licença

1 - Sem prejuízo do disposto na alínea d) do n.º 2 do artigo 4.º, estão isentas de licença:

a) As obras de conservação;

b) As obras de alteração no interior de edifícios ou suas fracções, à excepção dos imóveis classificados ou em vias de classificação, que não impliquem modificações na estrutura de estabilidade, das cérceas, da forma das fachadas e da forma dos telhados;

c) As obras de reconstrução com preservação das fachadas;

d) As obras de urbanização e os trabalhos de remodelação de terrenos em área abrangida por operação de loteamento;

e) As obras de construção, de alteração ou de ampliação em área abrangida por operação de loteamento ou plano de pormenor que contenha os elementos referidos nas alíneas c), d) e f) do n.º 1 do artigo 91.º do Decreto-Lei n.º 380/99, de 22 de Setembro;

f) As obras de construção, de alteração ou de ampliação em zona urbana consolidada que respeitem os planos municipais e das quais não resulte edificação com cércea superior à altura mais frequente das fachadas da frente edificada do lado do arruamento onde se integra a nova edificação, no troço de rua compreendido entre as duas transversais mais próximas, para um e para outro lado;

g) A edificação de piscinas associadas a edificação principal;


O "MOÇO" ACONSELHA: Todo o processo é camarário e os documentos necessários variam de município para município, mas podem a pior das hipóteses será: Levantamento topográfico, Projecto de arquitectura, Projecto de Estabilidade (se a piscina for pré-fabricada o fabricante tem que passar um termo de responsabilidade e anexar aos documentos técnicos e comerciais do modelo em questão), projecto de águas e esgotos e por ultimo a ficha electrotécnica, em muitos casos estes processos ficam minimizados apenas com alguns destes documentos.

O que regula em Portugal as piscinas Publicas?

Consulte a informação legal:

Normativa CNQ 23/93 - A qualidade as piscinas no uso publico


O "MOÇO" ACONSELHA: Esta normativa não se aplica as piscinas residenciais, mas podemos retirar dela boas praticas para se ter a piscina em perfeitas condições de funcionamento e desta forma evitar problemas de saude devido à filtração e tratamento de água, como também evitar patologias na própria piscina.


Como se carateriza uma piscina legalmente?

Consulte a informação legal:

Decreto regulamentar DR 5/97 -  Regula a instalação e o funcionamento dos recintos com diversões aquáticas

Artigo 3.º - Condições de licenciamento

3 - Além dos projectos das especialidades indicados na Portaria n.º 1115-B/94, de 15 de Dezembro, devem ainda ser apresentados:

a) Projecto dos equipamentos fixos de diversão aquática, com os elementos gráficos necessários à sua correcta interpretação, incluindo as especificações referentes ao seu modo de montagem, utilização e manutenção;

b) Projecto de estabilidade das edificações e equipamentos recreativos;

c) Projecto das instalações de re-circulação e tratamento de águas;


ANEXO I - Classificação e caracterização dos espaços de actividades aquáticas

(Artigo 4.º)

I - Classificação

Os espaços e instalações para actividades aquáticas, que poderão integrar os recintos abrangidos pelo presente Regulamento, são dos seguintes tipos:

1 - Piscinas. - Neste grupo incluem-se os tanques artificiais concebidos e apetrechados para actividades natatórias e derivadas, designadamente para o banho com fins lúdicos, desportivos, de jogo ou de lazer, podendo, consoante a valência funcional dominante na sua concepção, classificar-se como se segue:

1.1 - Piscinas infantis ou chapinheiros. - São as que preenchem os requisitos funcionais e construtivos idóneos para a utilização autónoma por crianças até aos 6 anos de idade, constituindo-se sempre como tanques independentes e convenientemente afastados das piscinas e instalações para outros usos;

1.2 - Piscinas de diversão. - São as que comportam características morfológicas e funcionais que as tornam particularmente adequadas para as actividades de jogo e diversão aquática, nomeadamente pelo recurso a acessórios lúdicos, tais como escorregas, cascatas, repuxos, jactos de água e outros dispositivos de animação;

1.3 - Piscinas polivalentes. - São as que, partindo de uma concepção para actividades tradicionais, combinam características de diferentes tipos, podendo dispor de paredes e fundos móveis ou outros dispositivos de reconversão morfológica que permitam variar as suas características geométricas e adaptá-las para diferentes categorias de utentes e de actividades, com excepção dos usos e vocações previstos exclusivamente para os chapinheiros;

1.4 - Piscinas de ondas. - São as que, através de especiais características de concepção associadas a dispositivos mecânicos, hidraúlicos ou pneumáticos, proporcionam a geração de ondas, com períodos e alturas adaptados ao tipo de uso dominante, nomeadamente na variante de piscina de surf, em que as características de ondulação são ajustadas para o tipo de prancha ou de acessório flutuante utilizado.


O "MOÇO" ACONSELHA: Tenha em atenção todas as características da sua piscina, estudos indicam que 90% das piscinas existentes são em casas com crianças.


Normas de segurança:

- As piscinas devem cumprir os requisitos de segurança desde o momento da conceção e construção (norma NP EN 15288-1+A1) e relativos à segurança de funcionamento (norma NP EN 15288-2);

- As piscinas devem ter uma barreira física que as separe de outros espaços, como os jardins. Pode ser uma vedação que evite que as crianças passem para a piscina sem vigilância. Não deve, no entanto, impedir a visibilidade do exterior (norma portuguesa NP 4500);

- No espaço das piscinas deve haver equipamentos de salvamento (boia ou vara) e telefone acessível (norma europeia NP EN 13138-1);

- A utilização de auxiliares de flutuação (boias, braçadeiras, coletes) pelas crianças não substitui a vigilância permanente e efetiva de um adulto;

- Os produtos de tratamento devem estar armazenados e fora do alcance das crianças;

- A informação sobre as regras de segurança e utilização da piscina deve estar devidamente afixada e visível;

- Dê formação aos seus funcionários sobre as manobras básicas de primeiros socorros;

- Em caso de emergência ligue para o 112, o número do serviço de emergência médica.

Nas Vedações:

    • Não devem ser escaláveis na altura de protecção.
    • Altura mínima de protecção 1,10m sem elementos de apoio para trepar.
    • Os espaçamentos entre elementos verticais não devem permitir a passagem de uma sonda esférica Ø90mm.
    • As vedações amovíveis devem para garantir a sua segurança, para a sua remoção ser necessário recorrer a uma ferramenta própria.
    • Cumprir com os requisitos exigidos na norma sobre os ensaios Dinâmicos, Estáticos e outros.

Nas Cancelas:

    • Devem possibilitar a passagem de pessoas com mobilidade reduzida.
    • Devem possuir um fecho automático e um trinco de segurança com abertura necessitando duas acções consecutivas.
    • Devem-se abrir para o exterior.
    • O funcionamento do sistema deve prevenir e evitar o risco de entalões de dedos, mãos e pés.
    • Cumprir com os requisitos exigidos na norma sobre os ensaios Dinâmicos, Estáticos e outros assim como garantir o seu bom funcionamento após 50 000 ciclos.
  1. QUAIS OS MATERIAIS A UTILIZAR:
    • Entre Aço, Inox, e o Alumínio este é o único que garante nunca enferrujar.
    • É o único que garante uma manutenção a custo zero, necessita apenas de uma simples lavagem com água e sabão.
    • É um material nobre, conjugado com a diversidade de cores e tipo de acabamentos certificados com o Label Qualicoat e Qualimarina.
    • A garantia de uma longevidade excepcional.
  2. QUAIS AS GARANTIAS E OBRIGAÇÕES DO FABRICANTE:

O fabricante devido ao seu Know-how, às Normas em Vigor, e devido aos Termos da sua Responsabilidade, tem o
dever de fornecer um produto devidamente:

    • Testado em Laboratório de acordo com as Normas em Vigor.
    • Garantir os padrões mínimos de Segurança.
    • A Garantia que o produto é entregue Pronto a Fixar conforme as Normas em Vigor.
    • Que o produto não sofreu qualquer alteração e que não põem em perigo os utilizadores.
    • O equipamento deve vir identificado e conter Advertências todos os 5 metros.
    • Fornecer Documentação diversa e Manual de Instruções onde deve constar: Nome e contactos do fabricante, Contactos para o consumidor, Garantia do produto, Copia do Certificado de conformidade referente a Norma em vigor, Identificação do modelo aplicado, Informações relativas a instalação e manutenção, Avisos e Recomendações ao consumidor final, Identificação do equipamento
  1. QUAIS OS TERMOS DE RESPONSABILIDADE DO INSTALADOR:

O Instalador antes de aceitar a encomenda, deve assegurar-se que a vedação uma vez instalada fica a cumprir os requisitos da Norma em Vigor, para além de entregar no final da obra todos os documentos mencionados no art. D,
deve assegurar-se:

    • da Largura Mínima do cais de 1,25m para uso privado.
    • Que não existem pontos de apoios para trepar intermédios ou dentro da Zona Protegida que possa interferir com as alturas mínimas exigidas na Norma.
    • Do tipo de solo onde é colocada a vedação e as soluções afim de garantir uma boa estabilidade.
    • Prestar o serviço de Manutenção e Pós Venda.